ENSINO DO DIREITO E CRISE: EM BUSCA DA CARNAVALIZAÇÃO ESQUECIDA DO ENSINO JURÍDICO BRASILEIRO

Bernard Constantino Ribeiro, Raquel Fabiana Lopes Sparemberger

Resumo


Não se pretende conceituar o Direito, ou determinar o caminho correto a ser seguido, e sim provocar reflexões acerca do Direito, suas implicações ideológicas, e o crescente distanciamento do Outro como sujeito componente de nossa cultura, que foi silenciado há muito tempo e segue sendo apagado por nossas atitudes excludentes. Pensemos o ensino jurídico cheio de possibilidades, e repleto de desejos, pois com o desejo, poderemos de fato pensar no Outro. Portanto, um ensino do Direito transformador, marcado pelo respeito à diversidade e sobretudo baseado na carnavalização.

Palavras-chave


Carnavalização; ensino jurídico; Outro; paradigma tradicional; tradição

Texto completo:

PDF

Referências


HERKENHOFF, João Baptista. Para onde vai o Direito: reflexões sobre o papel do direito e do jurista – Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2001. 168p.

LYRA FILHO, Roberto. Pesquisa em que Direito? Brasília: Edições Nair Ltda. 1984.

PAULO, Alexandre Ribas de. O Direito Germânico na Alta Idade Média. In: WOLKMER, Antônio Carlos. Fundamentos de História do Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 2011.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia dos saberes. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula. Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

SPAREMBERGER, Raquel Fabiana Lopes. Ciência jurídica: da pureza de Hans Kelsen à Carnavalização de Luiz Alberto Warat. In: Revista contemporânea de Ciências Sociais Aplicadas da Faplan. v. 3. 5. Jan/Jun2007.

TAGLIAVINI, João Virgílio. IX Exame de Ordem: uma crítica acadêmica. São Carlos, SP: Edição do Autor, 2013.

WARAT, Luis Alberto. Epistemologia e ensino do Direito: o sonho acabou – Coordenadores: Orides Mezzaroba, Arno Dal Ri Júnior, Aires José Rover, Cláudia Servilha Monteiro – Florianópolis: Fundação Boiteux, 2004, 496 p.

WEBER, Max. A política como vocação. In: WEBER, Max. Ciência e Política: duas vocações. Prefácio Manoel T. Berlinck; tradução Leonidas Hegenberg e Octany Silveira da Mota. 18. ed. — São Paulo: Cultrix, 2011, 85 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2526-012X/2017.v3i2.2375

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Filosofia do Direito, Florianópolis (SC), e-ISSN: 2526-012X

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.