A FABRICAÇÃO DOS MEDOS PELA MÍDIA E A VIOLÊNCIA DO SISTEMA PENAL

André Martins Pereira, Marcus Alan de Melo Gomes

Resumo


O artigo tem por tema a relação entre mídia e a cultura do encarceramento em massa na atualidade. O objetivo do artigo é tratar da mídia enquanto produtora do medo e da sensação de insegurança que se fazem sentir de forma difusa na sociedade, propiciando o encarceramento em massa. Para tanto, serão usados aportes da criminologia crítica e da sociologia para compreender como tal relação contribui para produção de subjetividades que estimulam o grande encarceramento desconsiderando o outro em sua dimensão humana no contexto da pós-modernidade.


Palavras-chave


Medo. Sensação de Insegurança. Encarceramento em Massa. Mídia. Criminologia Crítica.

Texto completo:

PDF

Referências


BARATTA, Alessandro. Criminologia Crítica e Crítica do Direito Penal: Introdução à Sociologia do Direito Penal. 3a ed. Trad. Juarez Cirino dos Santos. Rio de Janeiro: Revan, 2002.

BATISTA, Nilo. Mídia e sistema penal no capitalismo tardio. Discursos Sediciosos: Crime, Direito e Sociedade, Rio de Janeiro: Revan, Instituto Carioca de Criminologia, ano 7, nº 12, p. 271-288, 2º semestre de 2002.

BATISTA, Vera Malaguti. Introdução Crítica à Criminologia Brasileira. Rio de Janeiro: Revan, 2011.

BATISTA, Vera Malaguti. Adesão Subjetiva à barbárie. In Loïc Wacquant e a questão penal no capitalismo neoliberal (org.) Vera Malaguti Batista; Rio de Janeiro: Revan, 2012. 2ª ed.. set. 2012.

BAUMAN, Zygmunt. O Mal-Estar da Pós-Modernidade. Trad. Mauro Gama. Rio de Janeiro: Zahar, 1998, p. 55 a 57.

__________. Globalização: As Consequências Humanas. Trad. Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.

__________. Tempos Líquidos. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2007, p. 7

__________. Medo Líquido. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2008, p. 08.

__________. Confiança e Medo na Cidade. Trad. Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Zahar, 2009, p. 20.

BECK, Ulrich. Sociedade de Risco: Rumo a uma outra modernidade. 2a ed. trad. Sebastião Nascimento. São Paulo: Editora 34, 2011.

BERGALLI, Roberto e RAMÍREZ, Juan Bustos. O Pensamento Criminológico II. Estado e Controle. Rio de Janeiro: Revan, 2015.

CASTRO, Lola Aniyar de. Criminologia da Libertação. Rio de Janeiro: Revan, 2005.

CALLEGARI, André Luís; WERMUTH, Maiquel Ângelo Dezordi. Sistema Penal e Política Criminal. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2010, p. 9 e 119.

GOMES, Marcus Alan de Melo. Mídia e sistema penal: As distorções da criminalização nos meios de comunicação. Rio de Janeiro: Revan, 2015.

WACQUANT, Loïc. As Prisões da Miséria. Trad. André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. a

WACQUANT, Loïc. Forjando o estado neoliberal: trabalho social, regime prisional e insegurança social. In: BATISA, Vera Malaguti (Org.) Loïc Wacquant e a questão penal no capitalismo neoliberal. Rio de Janeiro: Revan 2001. b

ZAFFARONI, Eugenio Raul. Em Busca das Penas Perdidas. A perda de legitimidade do sistema penal. Rio de Janeiro: Revan, 2001.

__________e BATISTA, Nilo. Direito Penal Brasileiro - I. Rio de Janeiro: Revan, 2011.

__________. A palavra dos Mortos: Conferências de Criminologia Cautelar. São Paulo: Saraiva, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2526-0065/2017.v3i2.2429

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.