A sustentabilidade e a fenomenologia do pertencer

Verônica Maria Bezerra Guimarães

Resumo


Trata-se de um estudo de interdisciplinaridade na sustentabilidade, com base em ciências sociais e jurídicas, proveniente do Doutorado em Desenvolvimento Sustentável no CDS/UnB, onde se refletiu sobre modelos de sustentabilidade do povo indígena kaiowá-guarani do sul do Mato Grosso do Sul. A teoria situa-se no âmbitos da: fenomenologia, pertencimento e topofilia. Foi realizado trabalho de campo, em 2014, em três terras: Te´ýkue, Sucurui´y e Jatayvary onde adotaram-se técnicas de observação direta, conversas, depoimentos gravados e transcritos, diários de campo, caminhadas e registros fotográficos. A ideia de pertencer à terra, vivenciada pelos kaiowá-guarani, revela uma importante contribuição a “ciência da sustentabilidade”. 


Palavras-chave


sustentabilidade; fenomenologia; pertencimento; topofilia; kaiowá-guarani

Texto completo:

PDF

Referências


BOFF, Leonardo. Ecologia grito da terra, grito dos pobres. São Paulo: Ática, 1999.

_____. Saber cuidar: ética do humano, compaixão pela terra. 18. ed. Petrópolis: Vozes: 2012.

CERBONE, David R. Fenomenologia. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

CLASTRES, Hélène. Terra sem mal. Corumbiara: Tapé, 2007.

DARDEL, Eric. O homem e a terra: natureza da realidade geográfica. São Paulo: Perspectiva, 2015.

ELALI, Gleice Azambuja, FEIJÓ DE MEDEIROS, Samia Thaís. Apego ao lugar (vínculo com o lugar – place attachment). In: CAVALCANTE, Sylvia, ELALI, Gleice A. (orgs.). Temas básicos em Psicologia Ambiental. Petrópolis: Vozes, 2011.

ESCOBAR, Arturo. El final del salvaje: naturaleza, cultura y política en la antropologia contemporânea. Santa Fé de Bogotá: CEREC, 1999.

_____. O lugar da natureza e a natureza do lugar: globalização ou pós-desenvolvimento? In: LANDER, Edgardo (org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: Colección Sur Sur, CLACSO, 2005.

_____. Epistemologías de la naturaleza y colonialidad de la naturaleza. Variedades de realismo y constructivismo. In: MARTÍNEZ, Leonardo Montenegro (ed.). Cultura y Naturaleza. Bogotá: Jardín Botánico de Bogotá, José Celestino Mutis, 2011.

HEFFES, Gisela. Políticas de la destrucción/Poéticas de la preservación: apuntes para uma lectura (eco)crítica del médio ambiente em América Latina. Rosario: Beatriz Viterbo, 2013.

INGOLD, Tim. The perception of the environment: essays in livelihood, dwelling and skill. London, New York: Routledge, 2000.

_____. Being alive: essays on movement, knowledge and description. London, New York: Routledge, 2011.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MOURÃO, Ada Raquel Teixeira, CAVALCANTE, Sylvia. Identidade de lugar. In: CAVALCANTE, Sylvia, ELALI, Gleice A. (orgs.). Temas básicos em Psicologia Ambiental. Petrópolis: Vozes, 2011.

SAES, Sílvia Faustino de Assis. Percepção e imaginação. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

SCHAMA, Simon. Paisagem e memória. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SPELLER, Gerda M. A importância da vinculação aos lugares. In: SOCZKA, Luis (org.). Contextos Humanos e Psicologia Ambiental. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2005.

STEIL, Carlos Alberto, CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Introdução. In: STEIL, Carlos Alberto, CARVALHO, Isabel Cristina de Moura (orgs.). Cultura, percepção e ambiente: diálogos com Tim Ingold. São Paulo: Terceiro Nome, 2012.

TUAN, Yi-Fu. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. Londrina: Eduel, 2012.

_____. Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência. Londrina: Eduel, 2013.

WHITT, Laurie Anne, ROBERTS, Mere, NORMAN, Waerete, GRIEVES, Vicki. Perspectivas indígenas. In: JAMIESON, Dale (coord). Manual de Filosofia do Ambiente. Lisboa: Instituto Piaget, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2525-9687/2017.v3i1.2076

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.