CICLO DA PRÁXIS PEDAGÓGICA REFLEXIVA E PLANEJAMENTO EDUCACIONAL

Adriana de Lacerda Rocha, Horácio Wanderlei Rodrigues

Resumo


O artigo relaciona, no âmbito da Educação Jurídica, o Professor Reflexivo, o Ciclo da Práxis Pedagógica (Ciclo) e o Planejamento Educacional. Busca, a partir desses referenciais, demonstrar a necessidade do professor refletir sobre sua prática pedagógica, utilizando para isso o Ciclo, e planejar suas atividades didáticas. Se isso ocorrer, a fase de Transposição Didática, integrante do Ciclo, poderá se desenvolver de forma adequada, com os professores na sua reflexão/ação transformando o conhecimento acadêmico-profissional em conhecimento ensinável-aprendível.O exercício da docência exige o necessário domínio dos conhecimentos didático-pedagógicos que caracterizam a profissão de professor e diferenciam sua práxis das de outros profissionais; e isso vale também para a Educação Jurídica.


Palavras-chave


Ciclo da Práxis Pedagógica; Transposição didática; Planejamento educacional; Educação jurídica; Conhecimento jurídico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Hegrisson. Práxis Parapedagógica. In: Enciclopédia da Conscienciologia. CEAEC: Foz do Iguaçu, 2013.

_______. Paraepistemologia da práxis parapedagógica. In: Revista de Parapedagogia. Ano 1. n.1, out. 2011. Foz do Iguaçu: Epígrafe editorial, 2011.

ALARCÃO, Isabel (Org.). Formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão. Lisboa: Porto, 1996.

BECKER, Fernando. Epistemologia do professor: o cotidiano da escola. 12. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

CUNHA, Maria Isabel da. O professor universitário: na transição de paradigmas. 2. ed. Araraquara: Junqueira & Marin Editores, 2005.

DEWEY, John. Experiência e educação. Petrópolis: Vozes, 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 36a ed. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez; Brasília: Unesco; 2000.

ROCHA, Adriana de Lacerda. O professor reflexivo e o professor de Direito: uma pesquisa de caráter etnográfico. Curitiba: CRV, 2012.

RODRIGUES, Horácio Wanderlei. Popper e o processo de ensino-aprendizagem pela resolução de problemas. Revista Direito GV, São Paulo, FGV, v. 6, n.1, jan.-jun. 2010, p. 39-57. Disponível em: Acesso em: 15 abr. 2017.

______. Estratégias didáticas na educação jurídica: alternativas para o processo de ensino-aprendizagem nos cursos de Direito. In: LIMA, G. L. M. C.; TEIXEIRA, Z. G. Ensino jurídico: os desafios da compreensão do Direito. Fortaleza: Faculdade Christus, 2012. p. 323-354.

______. Planejando atividades de ensino-aprendizagem para Cursos de Direito. In: RODRIGUES, Horácio Wanderlei; Edmundo Lima de Arruda Júnior (org.). Educação jurídica: temas contemporâneos. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2014. p. 365-386. Disponível em: Acesso em: 15 abr. 2017.

RODRIGUES, Horácio Wanderlei; BORGES, Marcus Vinícius Motter. O Método do Caso na Educação Jurídica: a elaboração e aplicação de casos no processo de ensino aprendizagem em Cursos de Direito. Quaestio Iuris, Rio de Janeiro, UERJ, v. 9, n. 3, 2016. p. 1363-1388. Disponível em: Acesso em: 15 abr. 2017.

SCHÖN, Donald. The reflective practitioner: how professionals think in action. 10. Reimp. Londres: Ashgate Publishing, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2525-9636/2017.v3i1.2066

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.