AS INTENSIDADES KAFKIANAS: REFLEXÕES ACERCA DO DESENCANTO JURÍDICO

Roberto José Covaia KOSOP, José Edmilson de SOUZA-LIMA

Resumo


Resumo:
O presente artigo teve como intenção aproximar do campo jurídico as contribuições do escritor alemão Franz Kafka. Por intermédio de uma pesquisa bibliográficaa, analisou-se as concepções de identidade, mecanismos de dominação e burocratização do processo, todas inseridas no contexto kafkatino, trazendo ao Direito os pressupostos para a revaloração epistemológica. Assim, foi possível concluir que o desencanto jurídico em Kafka é também verificável no campo jurídico, uma vez que o mesmo é reflexo de fatores sociais. Logo, os distanciamentos entre sujeito o ordenamento podem se encurtar, uma vez que os fenômenos jurídicos sejam analisados sobre outros vieses, como, inclusive, pela Literatura.

Palavras-chave: Direito e Literatura; Desilusão Jurídica; Valorações Epistemológicas


Texto completo:

PDF

Referências


ALLAND, Denis; RIALS, Stéphane. Dicionário da Cultura Jurídica. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

ALVES, Elizete Lanzoni. A Docência e a Interdisciplinaridade: um desafio pedagógico. In: COLAÇO, Thais Luzia (Org.). Aprendendo a Ensinar Direito o Direito. Florianópolis: OAB/SC, 2006.

BILLIER, Jean-Cassien; MARYOLI, Aglaé. História da Filosofia do Direito. Barueri: Manole, 2005.

BITTAR, E. C. B.; DE ALMEIDA, G. A. Curso de Filosofia do Direito. 11 ed. São Paulo: Atlas, 2015.

CHUEIRI, Vera Karam de. Kafka, kavka, K: do nebuloso ao que se revela como surpresa. In: TRINDADE, A.K, GUBERT, R.M., NETO, A.C. Direito & Literatura: ensaios críticos. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2008.

DWORKIN, Ronald. Taking Rights Seriously. Cambridge, Mass: Harvard University, 1978.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Santa Ifigênia: Graal, 2001

GRUBBA, Leilane Serratine; OLIVO, Mikhail Vieira Cancelier de. Kafka: A metamorfose para os direito humanos In: Direito e Práxis, vol. 03, n. 02, 2011, p. 115. Disponivel em: < http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaceaju/article/view/2099> Acesso em: 13.mai.2017.

HARJES, Stefanie. Meu Kafka. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

KAFKA, Franz. . A Colônia Penal e outros contos. Rio de Janeiro: Ediouro, 1970

____________. Carta ao Pai. Porto Alegre: L&PM, 2007.

____________. O Processo. Porto Alegre: L&PM, 2006.

MORRISON, Wayne. Filosofia do Direito: dos gregos aos pós-modernismo. São Paulo: Martins Fontes, 2006

OST, François. Contar a Lei: As Fontes do Imaginário Jurídico. São Leopoldo: Unisinos, 2007.

REALE, Miguel. Filosofia do Direito. 20. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

SALGADO. Gisele Mascarelli. A Crítica do Direito pela Literatura: A partir da obra de Kafka e Philip Dick. Disponivel em: Acesso em: 09 mar. 2015.

SCHNAID, David. Filosofia do Direito e Interpretação. Londrina: UEL, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2525-9911/2017.v3i1.1823

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.