O DIREITO EXISTENCIAL À BUSCA DA FELICIDADE NA ANÁLISE LITERÁRIA DA OBRA O CAÇADOR DE PIPAS, DE KHALED HOSSEINI

William Paiva Marques Júnior

Resumo


A análise jurídica de obras literárias apresenta-se como eficaz mecanismo de abordagem interdisciplinar e transdisciplinar. A obra “O caçador de pipas” de Khaled Hosseini é fundamental na busca do direito existencial à felicidade ao retratar inquietações imanentes ao ser humano, universais e passíveis de uma visão que perpassa pelo campo do Direito. Os processos narrativos expostos pelo protagonista Amir despertam diversas questões relativas à felicidade como parâmetro hermenêutico do Direito Contemporâneo. 


Palavras-chave


DIREITO EXISTENCIAL; BUSCA; FELICIDADE; ANÁLISE LITERÁRIA ; O CAÇADOR DE PIPAS.

Texto completo:

PDF

Referências


ABDALA JUNIOR, Benjamin. Literatura, história e política: literaturas de língua portuguesa no Século XX. 2ª- edição. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2.007.

AMADO, Ruy. A Paixão da Arte. Lisboa: Edição do Autor (Gráfica 2000), 2007.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Tradução: Edson Bini. Bauru, SP: EDIPRO, 2002.

BONAVIDES, Paulo. Teoria Geral do Estado. 10ª- edição. São Paulo: Malheiros, 2015.

DWORKIN, Ronald. Uma Questão de Princípio. Tradução: Luís Carlos Borges. 1ª- edição. São Paulo: Martins Fontes, 2.000.

GIANNETTI, Eduardo. O valor do amanhã: ensaios sobre a natureza dos juros. 2ª- edição. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

HOSSEINI, Khaled. O caçador de pipas. Tradução: Maria Helena Rouanet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.

KELSEN, Hans. O que é justiça? A justiça, o Direito e a Política no espelho da ciência. Tradução: Luís Carlos Borges. 3ª- edição. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

MAUGIRON, Nathalie Bernard-; BRAS, Jean-Phiplippe. La charia. Paris: Éditions Dalloz, 2015.

OST, François. El reflejo del derecho en la literatura. ROGGERO, Jorge (compilador). Decrecho y Literatura. Textos y contextos. Buenos Aires: EUDEBA, 2015.

SEN, Amartya. A ideia de justiça. Tradução: Denise Bottmann e Ricardo Doninelli Mendes. São Paulo: Companhia das Letras, 2.011.

TOLSTÓI, Leon. O que é arte?: a polêmica visão do autor de Guerra e Paz. Tradução: Bete Torii. 2ª- edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2016.

VON IHERING, Rudolf. A Luta pelo Direito. Tradução: Pietro Nassetti. São Paulo: Martin Claret, 2.005.

WARAT, Luis Alberto. A ciência jurídica e seus dois maridos. Santa Cruz do Sul: Faculdades Integradas de Santa Cruz do Sul, 1985.

WARAT, Luis Alberto. O amor tomado pelo amor. Crônica de uma paixão desmedida. São Paulo: Acadêmica, 1990.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2525-9911/2017.v3i1.1801

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.